São Petersburgo

Northern romance of canals and palaces

Janela da Rússia para a Europa, Veneza do Norte, Cidade-Museu… seja qual for o título que se der, São Petersburgo é uma cidade que você precisa conhecer! Construída sobre água e lama em 1703 pelo Czar Pedro, “o Grande”, esta magnífica cidade Báltica cativa os visitantes. Suntuosos palácios, pontes elegantes e majestosos paredões de granito refletidos em seus rios e canais que cruzam as ruas. Sua beleza e riqueza deixam o viajante sem palavras.

Pedro, “o Grande”, queria que a Rússia recuperasse seu atraso em relação ao resto da Europa. Ele considerava seu país subdesenvolvido e achava que sua nobreza e suas instituições pertenciam ao passado. Assim, decidiu mudar a capital de Moscou e construir outra a partir do zero, mais perto do Norte da Europa, que tanto admirava. O local escolhido por ele parecia a escolha de um louco: um pântano no Grande Norte, um local infestado pela malária no verão e com um inverno rigorosíssimo. Milhares de trabalhadores foram forçados a trabalhar e morreram na construção da nova capital. Mas, apesar de todos os inconvenientes, ela cresceu rapidamente e logo se tornou um ímã para os arquitetos e artistas de toda a Europa, que construiram avenidas e parques, igrejas e palácios, canais e pontes, escolas, e uma universidade e Academia de Belas Artes, que embelezaram a cidade a limites inimagináveis. O luxo e a sofisticação técnica empregados na construção e a opulência da corte czarista, podem ser admiradas em muitos palácios, teatros, luxuosas e imponentes fachadas que adornam as largas avenidas, chamadas de “Perspectivas” (Prospekt). Os inúmeros canais, ilhas e pontes tiveram que ser construídos para drenar a terra e canalizar o poderoso Neva, dando à cidade um caráter único. São Petersburgo foi declarada Património Mundial pela UNESCO.

São Petersburgo foi a capital da Rússia por mais de dois séculos: de 1712 a 1918. Após a Revolução Russa, Moscou tornou-se novamente a capital e São Petersburgo começou um período de declínio. Os comunistas, inclusive, mudaram seu nome duas vezes: Petrogrado e Leningrado. No final do regime soviético, São Petersburgo recuperou seu nome histórico e depois de um intenso período de reconstrução e restauração, a cidade recuperou o esplendor e a glória de outrora.

Hoje São Petersburgo é uma cidade vibrante e dinâmica e, com seus 5 milhões de habitantes, é a quarta cidade da Europa. É também a cidade mais visitada na Rússia. Além de sua maravilhosa herança cultural, oferece aos visitantes uma impressionante gama de atividades durante todo o ano.