Visita à Igreja de Nossa Senhora de Vladimir. Construída em 1747 pelo arquiteto Pietro Antonio Trezzini, apresenta uma impressionante mistura de estilos barroco e neoclássico. Localizada em um bairro densamente populoso no centro da cidade, é uma das igrejas mais visitadas pelos seus habitantes. O edifício principal é coroada por cinco belas cúpulas em forma de bulbo, com uma belíssima torre campanário. Durante os anos da república soviética, foi utilizada como uma “biblioteca antirreligiosa” até 1989, quando foi reaberta ao culto. Um de seus paroquianos mais célebres foi Dostoiévski, que frequentemente costumava visitá-la para rezar.