Kizhi

A pequena ilha de Kizhi, com seus 7 km de comprimento e 500 m de largura, é uma das muitas ilhas no extremo norte do lago Onega, na bela região de Karelia, cuja herança cultural é dividida entre a Rússia e a Finlândia. É um tesouro arquitetônico, uma festa para os olhos e um dos destinos turísticos mais interessantes da Rússia. Kizhi é mundialmente conhecida por sua área paroquial (pogost), composta por 2 igrejas de madeira do século XVIII e um campanário octogonal. A jóia deste conjunto original é a Igreja da Transfiguração, com 22 cúpulas cobertas por madeira prateada e a vizinha Igreja da Intercessão da Virgem Maria, construída em 1764. Ambas foram construídas inteiramente de madeira, sem a utilização de um único prego ou parafuso. Poderemos admirar também outras obras religiosas, um típico moinho de vento (o mais antigo da Rússia), bem como inúmeras casas e fazendas de madeira, e até mesmo um tradicional “Banya” russo, semelhante a uma sauna. A natureza excepcional deste conjunto arquitetônico  rendeu a Kizhi ser declarada um Patrimônio Mundial pela UNESCO.