Visita ao Museu-Apartamento de Dostoiévski. Este gênio da literatura russa viveu uma vida agitada: opositor do absolutismo czarista, como a maioria dos intelectuais da época, foi condenado à morte e obteve o indulto no último momento, ante o pelotão de fuzilamento. Sua pena foi o exílio por quatro anos em um campo prisional em Omsk, na Sibéria, seguido por um serviço militar de 5 anos nas estepes do Cazaquistão. Após, estabeleceu-se em São Petersburgo, onde escreveu a maior parte de suas obras, incluindo Crime e Castigo e Os Irmãos Karamazov. Descreveu magistralmente os bairros em que viveu, muito populares e quase marginais, com um universo fechado de canais e paralelepípedos, fachadas decadentes, povoadas por homens e mulheres complexos e torturados. Seu museu, instalado em um dos apartamentos habitados por ele, permite conhecer melhor sua obra e personagens, assim como visualizar a vida em uma típica casa da cidade no século XIX.